O LEVODOPA é transformado no cérebro num químico chamado dopamina. Os sintomas da doença de Parkinson podem ser causados por níveis baixos de dopamina no cérebro. O CARBIDOPA ajuda a evitar a assimilação do levodopa antes de chegar ao cérebro e atuar. O ENTACAPONA aumenta os níveis de levodopa no organismo. A combinação de carbidopa, entacapone e levodopa é usada para tratar sintomas de Parkinson, tais como: rigidez muscular, tremor, espasmos e controlo muscular deficiente. Não tome este medicamento se tiver usado nos últimos 14 dias inibidores da MAO, tais como: furazolidona, isocarboxazid, fenelzina ou tranilcipromina.

Embalagem Preço Por comprimido Poupança Encomenda
25mg + 100mg + 200mg × 10 tablet € 12.37 € 1.24 Por comprimido
25mg + 100mg + 200mg × 20 tablet € 23.13 € 1.16 Por comprimido € 1.61
25mg + 100mg + 200mg × 30 tablet € 32.24 € 1.07 Por comprimido € 4.88
25mg + 100mg + 200mg × 60 tablet € 59.55 € 0.99 Por comprimido € 14.69
25mg + 100mg + 200mg × 90 tablet € 81.89 € 0.91 Por comprimido € 29.46
25mg + 100mg + 200mg × 180 tablet € 148.93 € 0.83 Por comprimido € 73.78
  • Free AirMail shipping



Carbidopa, entacapone e levodopa em comprimido

O LEVODOPA é transformado no cérebro num químico chamado dopamina. Os sintomas da doença de Parkinson podem ser causados por níveis baixos de dopamina no cérebro. O CARBIDOPA ajuda a evitar a assimilação do levodopa antes de chegar ao cérebro e atuar. O ENTACAPONA aumenta os níveis de levodopa no organismo.

A combinação de carbidopa, entacapone e levodopa é usada para tratar sintomas de Parkinson, tais como: rigidez muscular, tremor, espasmos e controlo muscular deficiente. Não tome este medicamento se tiver usado nos últimos 14 dias inibidores da MAO, tais como: furazolidona, isocarboxazid, fenelzina ou tranilcipromina.

Não deve tomar este medicamento se for alérgico a carbidopa, entacapona ou levodopa; ou se tiver:

  • glaucoma de ângulo estreito;
  • lesões cutâneas fora do normal, que não foram examinadas por um médico; ou
  • historial de melanoma maligno.

Carbidopa, entacapone e levodopa pode provocar alucinações. Contacte o seu médico se tiver alucinações.

Medicamento de categoria C de acordo com a FDA relativamente à gravidez. Não se sabe se Carbidopa, Entacapona e Levodopa irão ser prejudiciais para o feto.Informe o seu médico se estiver grávida ou a planear engravidar durante o tratamento com este medicamento.

O medicamento de carbidopa, entacapone e levodopa pode passar para o leite materno e ser prejudicial para o bebé. Não deve amamentar durante o tratamento com carbidopa, entacapone e levodopa.

Como devo tomar este medicamento?

Tome este medicamento exatamente como prescrito pelo seu médico.

Beba muitos líquidos enquanto estiver a tomar este medicamento.

Que cuidados devo ter enquanto tomar este medicamento?

Carbidopa, entacapone e levodopa pode prejudicar a sua capacidade de raciocínio ou de reação. Tenha cuidado se conduzir ou fizer qualquer coisa que exija estar alerta.

Evite tomar suplementos de ferro ou fazer uma dieta rica em proteínas (as fontes de proteína incluem carne, ovos e queijo). Torna-se mais difícil para o organismo digerir e assimilar o carbidopa, entacapone e levodopa.

Efeitos secundários comuns

  • dor de estômago ou perturbações gástricas, perda de apetite, prisão de ventre;
  • boca seca, alterações no paladar;
  • alterações cutâneas fora do normal. erupção cutânea ou prurido ligeiro;
  • tonturas ou sonolência, dor de cabeça, visão turva;
  • cãibras musculares, dor nas costas; ou
  • agitação ou ansiedade, perturbações do sono (insónia), sonhos estranhos.

Poderá notar o seu suor, urina ou saliva com uma cor escura, tal como vermelho, castanho ou preto. Embora não seja um efeito secundário perigoso, pode deixar manchas na sua roupa e lençóis.

O que pode interferir com este medicamento?

Medicamentos para constipações ou alergias, analgésicos, comprimidos para dormir, medicamentos anti-convulsivos e para a depressão ou ansiedade podem intensificar a sonolência causada pelo Carbidopa, Entacapone e Levodopa. Informe o seu médico se tomar regularmente qualquer um destes medicamento ou qualquer outra medicação para a doença de Parkinson.

Informe o seu médico de todos os medicamentos que está a tomar, especialmente:

  • apomorfina;
  • colestiramina;
  • dobutamina;
  • epinefrina;
  • isoniazida;
  • isoproterenol;
  • metildopa;
  • metoclopramida;
  • papaverina;
  • fenitoína;
  • probenecida;
  • medicamentos para a pressão arterial;
  • antibióticos;
  • antidepressivos; ou
  • medicamentos para o tratamento de perturbações psiquiátricas, entre outros.
Acessando e usando o nosso site, você automaticamente concorda com o armazenamento e processamento de seus dados pessoais, de acordo com nossa Política de Privacidade.
Não se apresse,você esqueceu o seu código de cupom de desconto.
×